A IMPORTÂNCIA DO EXERCÍCIO CLÍNICO

 

O exercício físico, promotor de saúde por excelência, ocupa um lugar de destaque como coadjuvante terapêutico e na prevenção e tratamento de diferentes patologias. Nunca a evidência científica foi tão clara quanto ao poder involutivo e de controlo de muitas patologias associadas ao sedentarismo e envelhecimento (condições cardiovasculares, endócrinas e metabólicas, músculo-esqueléticas, oncológicas, neurodegenerativas, no envelhecimento e na dor), sendo o exercício clínico uma área de estudo complexa que cruza conhecimentos de fisiopatologia, fisiologia do exercício e metodologia de treino.

Autor

André Ferreira – Fisioterapeuta Lic., Mestre em Terapia Manual Ortopédica

Áreas de atuação do exercício clínico
Horário temporário
Deixe o seu comentário