Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o conceito de “saúde”, mais do que ausência de doença, representa uma situação de completo bem-estar físico, psíquico e social. Inclui também a adequação do sujeito individual ao meio em que está inserido.

A saúde, resulta duma contínua intenção individual no sentido de gerir a afetividade, evitar atitudes e hábitos nocivos, e fazer vigiar regularmente certos parâmetros clínicos e analíticos.

Assim, os seguintes preceitos devem ser tidos em conta:

Comer adequadamente, evitando gorduras e açucares;

Ter uma dieta equilibrada, em que as fibras e os hidratos de carbono não refinados assumam a importância devida;

Privilegiar alimentos frescos ou adequadamente congelados, em vez de salgados, fumados ou conservados com antioxidantes;

Evitar bebidas alcoólicas, tabaco e outras drogas;

Evitar comportamentos sexuais de risco;

Manter estabilidade emocional e níveis elevados de autoestima, evitar o stress, gerir o tempo tendo ocupações alternativas e períodos de relaxamento, e recusar o recurso fácil a medicamentos psicotrópicos, sobretudo em automedicação;

Praticar exercício físico regular com prazer, sem esforço exagerado e adaptado à idade e condição física do sujeito;

Ter vida regrada com tempo de sono necessário;

Visitar o médico regularmente, mesmo sem evidência de doença;

Depois da doença surgir, cumprir escrupulosamente as prescrições médicas;

Estes são procedimentos simples mas fundamentais que, a médio e longo prazo, se refletirão na saúde de toda a população, dando corpo à ideia dos profissionais de saúde e aos dados epidemiológicos de que a atitude mais correta de um sistema de saúde, mais do que tratar a doença, é promover a saúde prevenindo a doença.

A OMS instituiu o dia 7 de abril como o Dia Mundial da Saúde.

 

Pilates Clínico de Grupo
Incontinência Urinária Pós – Parto
Deixe o seu comentário