A metodologia avançada desenvolvida na Clínica do Movimento na área da Neurologia tem como princípio base de atuação a facilitação do movimento, tornando-o mais fácil, funcional e com menor dispêndio energético. Neste sentido, estimulamos o corpo através de técnicas de facilitação manual com recurso a estímulos sensoriais (visuais, auditivos, propriocetivos e o toque do fisioterapeuta) de forma a ativar zonas do corpo adormecidas pela lesão.

A nossa abordagem proporciona a melhoria da sensibilidade, noção de movimento corporal e sentido de posição articular (p. ex. saber em que posição tem o seu pé sem olhar para ele). Envolve sempre a participação ativa da pessoa para que o tratamento seja realmente eficaz. Assim, o movimento não é meramente passivo tal como aconteceria se fosse realizado apenas pelo fisioterapeuta ou pelo aparelho (p. ex. pedaleira). Esta forma de intervenção assume um papel muito relevante na reabilitação, pois assim comunicamos com o cérebro do utente, mantendo-o sempre ativo ao longo de toda a sessão com o intuito do corpo perceber que necessita de trabalhar por si para conseguir realizar o movimento.

Indicações terapêuticas

A nossa abordagem permite dar resposta eficaz às seguintes patologias:

  • Acidentes Vasculares Cerebrais (A.V.C.);
  • Paralisia facial;
  • Doença de Parkinson;
  • Esclerose múltipla;
  • Paralisia cerebral;
  • Lesões vertebro-medulares (paraplegia, tetraplegia);
  • Doenças neuromusculares;
  • Entre outras.

O nosso empenho reflete-se no seu melhor desempenho!

Autora: Joana Coutinho – Fisioterapeuta Lic., Mestre Fisioterapia em Neurologia

Bronquiolite e a Fisioterapia Respiratória
Elogio
Deixe o seu comentário