A fisioterapia respiratória poderá ajudar nestas situações, temos na nossa equipa fisioterapeutas especializados.

“O pneumologista Filipe Froes sublinha que já estava prevista uma época com mais casos de gripe para este ano. “No ano passado não tivemos gripe em resultado de medidas como a utilização de máscara, a etiqueta respiratória e a higienização das mãos. Se foi bom, por outro lado, também fez aumentar para este o número de pessoas mais suscetíveis”

Regista-se também uma maior atividade de outros vírus respiratórios, como o vírus sincicial respiratório (VSR). “Habitualmente, não costumamos ter grande atividade gripal nesta altura do ano. Se já temos, significa que vem mais cedo e será mais intensa”, refere Filipe Froes.”

Diploma de adesão ao compromisso de pagamento pontual
Fibrose Quística
Deixe o seu comentário